Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira

Egito recebe bem certificação eletrônica para exportação de carnes do BR

Autoridades do país pediram que o Brasil faça uma visita técnica para aprovar a importação de alho, uvas de mesa e cítricos egípcios...

Quinta-feira, 6 de Setembro de 2018 às 13h20

Egito recebe bem certificação eletrônica para exportação de carnes do BR

Proposta de certificação eletrônica para a exportação de carnes para o Egito foi bem recebida por autoridades locais. A proposta de um piloto de certificação foi apresentada pelo secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, o que deve alavancar as exportações de carne para aquele país. Depois de reunião realizada na segunda-feira (3) com o ministro da Agricultura do Egito, Din Abu Steet, foi acertada a criação de um Grupo de Trabalho para desenvolver o tema. O governo egípcio entendeu que o programa de certificação eletrônica vai permitir desburocratizar os processos de exportação.

O ministro do Abastecimento e Comércio Interno do Egito, Ali Al-Meselhy, considerou que a reunião contribui para fortalecer a cooperação e o comércio entre os dois países e ressaltou a importância do Brasil como um dos parceiros mais importantes, especialmente para o fornecimento de carnes, aves e milho. As autoridades do país pediram que o Brasil faça uma visita técnica para aprovar a importação de alho, uvas de mesa e cítricos egípcios. O governo do país africano vai enviar ao Mapa as datas para a realização da visita.

A iniciativa de implantar a certificação eletrônica para a exportação de carnes, projeto desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadores de Carnes (ABIEC) e pela Universidade de São Paulo (USP), conta com apoio de entidades, como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB), Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (FAMBRAS), Apex-Brasil e Mapa.

A missão brasileira, chefiada pelo secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki, tem a participação de 25 empresas e entidades, além do Diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Mapa, Evaldo Silva Júnior e o assessor da secretaria executiva do Mapa, Joseph Reiner. 
Após o Egito, a missão seguirá para Istambul, na Turquia, onde seus integrantes participação na feira World Food Istambul.

Exportação de carne bovina - A carne bovina brasileira entrou em mais de 135 países em 2017, totalizando 1,5 milhão de toneladas e divisas de US$ 6,1 bilhões. Já no acumulado do ano, de janeiro a julho deste ano, o Brasil vendeu 844 mil toneladas, com acréscimo de 8,3% em comparação a igual período do ano passado, representando US$ 3,5 bilhões (+11,1%). Os principais importadores da proteína animal produzida pelo Brasil, até julho deste ano, foram Hong Kong, China, Egito, Chile, Irã, Estados Unidos e Alemanha, segundos dados da Secretaria de Relações Internacionais do Mapa.

O Brasil disputa com a Índia a primeira posição entre os maiores exportadores mundiais de carne bovina, com aproximadamente, 1,85 milhão de toneladas, em 2017, de acordo com relatório do Departamento da Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Depois vem a Austrália (1,48 milhão de toneladas e os Estados Unidos (1,3 milhão de toneladas). O Brasil possui 217 milhões de cabeças de gado bovino e bubalino.

Fonte: Mapa

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira