Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira

Começa hoje o 1o Dia do Bem-Estar Animal realizado pela Bayer e parceiro

Centro de São Paulo recebe mini fazenda para alertar a população sobre a importância do bem-estar animal

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014 às 09h37

Começa hoje o 1o Dia do Bem-Estar Animal realizado pela Bayer e parceiro

Começa hoje as ações do 1o Dia do Bem-Estar Animal, realizadas pela Bayer em parceria com o Museu Catavento, Grupo ETCO, Cão Cidadão e apoio da World Animal Protection. Na semana em que se comemora o Dia dos Animais - 04 de outubro -, uma ação realizada no Museu Catavento, no centro de São Paulo, entre os dias 01 e 02 de outubro, das 9h às 15h, alerta a população sobre a importância do bem-estar animal. Conceito de bem-estar deve ser aplicado tanto em animais de companhia, como cães e gatos, quanto nos denominados como de fazenda como vacas e ovelhas, entre outros.
Essas ações são voltadas para o entendimento da população sobre como os animais precisam ser tratados no dia a dia. “Essa será uma oportunidade para que os visitantes, em especial crianças e adolescentes, compreendam que ter a posse de um cachorro ou gato significa investir em consultas e tratamentos veterinários adequados que os protejam contra doenças provenientes de vermes, mosquitos, pulgas e carrapatos, além de oferecer uma alimentação que supra todas as suas necessidades nutricionais, passeios regulares, um ambiente tranquilo para descanso, higiene constante e a educação para que os pets possam ser sociáveis tanto com a sua família quanto com desconhecidos”, afirma Aline Cristina Sant’Anna, Doutora em Genética do Comportamento Animal e Pós-doutorada pela Universidade Estadual Paulista (UNESP Jaboticabal) em Comportamento e Bem-Estar de Animais Domésticos.
Somente no Brasil existem mais de 30 milhões animais abandonados, sendo 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A realidade de abandono é estimulada especialmente pela aquisição por impulso, uma vez que a OMS também aponta que em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro, sendo que 10% desses foram abandonados. Em regiões interioranas, com cidades menores em extensão e população, a situação não é muito diferente, uma vez que o número chega a 1/4 da população humana do local.
Todos os visitantes que passarem pela área externa do Museu poderão conhecer algumas espécies de animais como mini vaca, mini pônei, ovelha e cordeiros, dispostos como em uma pequena fazenda que seguirá todas as normas de bem-estar como ventilação, sombreamento, água e alimentação constantes, tudo sob vigilância de especialistas em Veterinária. Em uma área gramada ao lado, dez cães da equipe da Turma da Bayer de diferentes raças - incluindo uma fêmea sem raça definida -, se revezarão na demonstração de alguns exercícios de treinamento e socialização em um agility montado especialmente no local, com apresentações de hora em hora, sempre seguidas por uma palestra informativa. O público presente também receberá materiais informativos sobre a importância da adoção ao invés da compra de um pet, além de dicas para a saúde, alimentação e guarda responsável, o que inclui a compreensão de que um animal possui muitos anos de expectativa de vida e necessita de cuidados diários.
Somente no Brasil existem mais de 30 milhões animais abandonados, sendo 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A realidade de abandono é estimulada especialmente pela aquisição por impulso, uma vez que a OMS também aponta que em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro, sendo que 10% desses foram abandonados. Em regiões interioranas, com cidades menores em extensão e população, a situação não é muito diferente, uma vez que o número chega a 1/4 da população humana do local.

Apesar da população que reside nos grandes centros urbanos nem sempre manterem contato com animais de fazenda, a ação especial também trará para conhecimento desse público alguns cuidados que precisam ser aplicados em seu manejo no campo. “Os animais de fazenda também precisam ser tratados adequadamente e de forma digna, o que inclui o acesso constante a água de boa qualidade e alimentos específicos para cada fase da produção, manutenção de instalações apropriadas, limpas e protegidas contra o calor ou frio excessivos, realização de um bom manejo sanitário que deve incluir a prevenção e o tratamento de doenças, além de se estabelecer uma relação amigável entre os animais e os trabalhadores rurais, evitando-se qualquer tipo de maus-tratos. Todos esses fatores são importantes para que se possa garantir boas condições de bem-estar aos animais de produção”, Lívia Magalhães, zootecnista do  Grupo ETCO (Grupo de Estudos e Pesquisas em Etologia e Ecologia Animal, da Unesp – Jaboticabal, SP), especialista em produção e bem-estar de bovinos leiteiros.

Bem-estar animal na rede
A população em geral também poderá obter mais informações sobre como tratar bem animais de companhia e animais de produção. Para alertar a todos sobre como manter a posse de um animal seguindo os conceitos de bem-estar, a Bayer acaba de lançar o site www.tratarbem.com.br. Na página, os internautas conhecerão algumas atitudes simples do dia a dia que contribuem para uma boa relação com os animais, o que envolve desde cuidados com água e alimentação, saúde e higiene, até processos fisiológicos, conscientes e inconscientes que mantém o seu bem-estar.

Serviço
1 o Dia do Bem-Estar Animal
Data: Dias 01 (quarta-feira) e 02 de outubro (quinta-feira)
Horário: 9h às 15h
Local: Museu Catavento
Endereço: Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/n - Parque Dom Pedro, São Paulo - SP

Sobre a Saúde Animal da Bayer
Proteger os animais e beneficiar as pessoas. É com esta missão que a Bayer pesquisa e desenvolve desde 1919 produtos farmacêuticos e de higiene para uso veterinário tanto para animais de companhia, quanto para animais de produção. Atualmente, aproximadamente 100 diferentes produtos são comercializados ao redor do mundo. No Brasil, a área de Saúde Animal atua em duas unidades de negócios: Animais de Companhia (cães e gatos) e Animais de Produção (Aves; Suínos e Aquacultura e Bovinos).

Sobre o Catavento
Fruto de parceria entre as Secretarias Estaduais da Cultura e da Educação, o espaço foi inaugurado em março de 2009. São mais de 250 instalações, em oito mil metros quadrados, divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade), cada uma delas elaborada com iluminação e sons diferentes, que contribuem para criar atmosferas únicas e envolventes. Atrações como aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas onde é possível ouvir histórias de personalidades como Gengis Khan, Júlio César e Gandhi, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo. No local também é possível conferir as atrações da Fundação Museu da Tecnologia de São Paulo, que teve seu acervo transferido para o Catavento no início de 2011. Entre os principais equipamentos estão a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Bayer Saúde Animal
 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira