Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira

Brasil pode recorrer à OMC se não houver acordo com China sobre frango

Processo, no entanto, é considerado lento e pode levar anos para ser concluído

Terça-feira, 12 de Junho de 2018 às 06h58

Brasil pode recorrer à OMC se não houver acordo com China sobre frango

Sem conseguir convencer os chineses a suspenderem as tarifas antidumping provisórias sobre as importações de carne de frango do Brasil, que entraram em vigor no último sábado, o governo espera que a China desista da aplicação da medida no próximo mês de agosto, quando o país tomará sua decisão final. Segundo o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, até lá, as negociações ocorrerão no setor privado, ou seja, entre exportadores brasileiros e importadores do país asiático. Se não houver acordo, a saída será recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC), processo que, no entanto, é considerado lento e pode levar anos para ser concluído.

A China anunciou sobretaxas de 18,8% a 38,4% sobre o valor das importações de carne de frango do Brasil na sexta-feira passada. As investigações começaram há cerca de um ano, a pedido dos produtores locais, que alegaram dumping — o preço do produto estaria chegando ao mercado chinês artificialmente baixo, para quebrar a concorrência. Mas tanto o governo como empresários brasileiros negam que isso esteja ocorrendo e argumentam que a carne de frango do Brasil representa apenas cerca de 5% do total das importações daquele país.

Leia a reportagem completa no site do O Globo

Fonte: O Globo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira